Domingo , 19 Novembro 2017
Últimas Publicações
Home / Colunistas / Atividade física e gestação

Atividade física e gestação

A prática de atividade física é recomendada para todo mundo a vida inteira, inclusive, durante o período de gestação.

O exercício é essencial para uma gravidez saudável, auxilia no controle de peso, aumenta a qualidade de vida, a autoestima e a autoimagem e proporciona bem-estar da gestante através da liberação de hormônios como a endorfina e serotonina.

Alguns estudos mostram que manter-se fisicamente ativa durante a gravidez reduz o excesso de peso, hipertensão, diabetes gestacional, edema nos membros inferiores, dores articulares e prematuridade, melhora a circulação sanguínea e a postura, fortalece a musculatura abdominal, contribui para o funcionamento do intestino e facilita a recuperação pós-parto.

As vantagens da atividade física não se restringem apenas as gestantes. Os fetos também se beneficiam dos exercícios maternos. No bebê, há um aumento da frequência cardíaca e da circulação sanguínea, melhorando assim, a adaptação do recém-nascido ao ambiente externo [menos desconforto respiratório ao nascer e melhor condição cardíaca de adaptação].

O aporte de oxigênio também aumenta por todo o corpo fetal – incluindo o cérebro -, e o estímulo para o desenvolvimento neurológico se faz de forma mais efetiva.

Qualquer gestante pode se exercitar, desde que, não haja nenhuma contraindicação. O primeiro passo é sempre conversar com o seu médico sobre o assunto.

O tempo da atividade depende do preparo prévio da gestante. Mulheres sedentárias podem iniciar com exercícios diários de 20 minutos, três vezes na semana, podendo aumentar a série de atividades físicas gradativamente.

Algumas situações contraindicam a realização de exercícios, como por exemplo, doenças relacionadas ao colo do útero, risco de prematuridade, pré-eclâmpsia, sangramento uterino, inserção baixa da placenta, cardiopatia e gestação múltipla.

A escolha da atividade física deve ser feita com o acompanhamento de um profissional capacitado, sempre respeitando os limites da gestante.

Atividades na água são muito indicadas, pois aumentam o retorno venoso e reduzem o inchaço nas pernas, além de diminuir o impacto sobre as articulações.

Pilates e ioga também são bastante indicadas. Essas atividades físicas melhoram a circulação, fortalecem a musculatura do assoalho pélvico, aliviam dores nas costas, reduzem a ansiedade e, ainda, trabalham a respiração.

A caminhada é uma ótima alternativa para quem nunca praticou atividade física. Já a corrida e a musculação são indicadas para quem as praticavam antes de engravidar.

O alongamento é importante para aumentar a flexibilidade da gestante e, também, auxilia no momento do parto e recuperação pós-parto.

Não é recomendado praticar esportes de impacto, como tênis e squash, ou que podem causar trauma entre pessoas ou objetos, como voleibol, basquetebol e futebol.

A gestante deve sempre se lembrar de não fazer exercícios de estômago vazio, manter-se hidratada enquanto treina, usar roupas e acessórios adequados, evitar permanecer muito tempo em pé [imóvel] e evitar exercitar-se em ambientes quentes e/ou úmidos.

Durante as atividades físicas aeróbicas, deve-se sempre observar os sinais de alerta maternos que possam sugerir fadiga ou exaustão. Nesse caso, a mulher deve interromper o exercício quando necessário.

Dentre os principais sintomas estão à falta de ar, enjoo, dor abdominal, dor no peito, turvação visual, tontura, palpitação, sangramento vaginal e contração uterina.

E importante também estabelecer intervalos de repouso durante as atividades, para evitar a hipóxia fetal e o estresse térmico sobre o feto.

Sobre Henrique Cassiano Henrique Cassiano

Henrique Cassiano é formado em Medicina pela Universidade Nove de Julho, com Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Medicina de Jundiaí e pós-graduado em Endoscopia Ginecológica e Reprodução Humana. É sócio da Clínica Cassiano e atende no Hospital São Francisco e Santa Misericórdia de Mogi Guaçu e Mogi Mirim.

Confira Também

Passed out

Depois do Carnaval

A festa mais popular do país chegou e já foi embora. Os típicos dias de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *