Sábado , 18 Novembro 2017
Últimas Publicações
Home / Cidade / Colégio Seletivo entre os melhores do Brasil

Colégio Seletivo entre os melhores do Brasil

Foto: Arquivo Pessoal

Hugo Martiniano de Noronha, 17, está cursando Relações Internacionais na cidade de Franca, sendo aprovado no vestibular da Unesp [Universidade Estadual Paulista]. “Prestei o Enem, Vunesp e Fuvest. Fui aprovado pela Unesp e em todas as universidades federais que tem o curso de RI. Mas as minhas principais opções eram Ufsc [Universidade Federal de São Carlos] e Ufrj [Universidade Federal do Rio de Janeiro]”, conta.

Desde o início, a Unesp era a sua primeira opção, pela qualidade do curso de RI e, principalmente, pela a credibilidade que a graduação que uma universidade pública fornece ao e no que diz respeito à questão financeira.

“São cinco estrelas pelo guia do estudante e o curso é muito bem avaliado pelo MEC [Ministério da Educação]. Também pelo conceito da universidade de separar os cursos em diversos campii de acordo com a área de estudo. Também porque não queria que meus pais precisassem pagar o curso. Eles já me dão suporte com as outras coisas”.

Ser aprovado em diversos vestibulares o deixou muitíssimo satisfeito com o resultado. “É uma sensação de esforço recompensado é extremamente gratificante. Nada melhor que ver as várias horas de estudo transformando-se num sonho realizado”.

Como carreira profissional, o guaçuano pretende seguir a vertente empresarial das RI’s, prestando consultoria ou atuando como representante comercial para transnacionais. “Para isso, estou participando de um processo seletivo para uma empresa Júnior da Unesp. Num prazo mais longo tenho a intenção de realizar meu sonho de morar no Canadá”.

Colégio Seletivo

Por meio das conquistas de Hugo Noronha, o Colégio Seletivo está hoje entre os melhores do Brasil. E, de acordo com o universitário, o Colégio Seletivo representa para ele muito mais que uma simples escola.

“É uma família, na qual você não aprende só matérias, mas sobre um pouco de todos os aspectos da vida. Minhas maiores amizades, minha personalidade e a minha forma de pensar foram consolidados lá”, diz.

Para o guaçuano, a qualidade de ensino dos professores somada à ótima didática do material Positivo proporcionou uma forte base de conteúdo para os vestibulares, assim como, as informações passadas de forma eficiente pelos mestres puderam ser recapituladas facilmente por meio do uso das apostilas em casa. Isso sem contar com o apoio e aconselhamento que os professores dão aos alunos durante a trajetória de decisão do futuro de cada um deles.

“A parte do ensino propriamente dito, os membros do corpo docente da escola, a coordenadoria e a própria dona Maria Amélia Caveanha me deram um grande suporte em toda esta etapa da minha jornada. Através do apoio moral, da cobrança e do aconselhamento, foram capazes de despertar o melhor de mim. A participação deles na formação da pessoa ‘Hugo’ e na minha conquista é de vital importância”.

B i ‘X’ o

O tradicional trote que os vestibulandos recebem dos colegas não foi realizado com Hugo Noronha, porque ele aguarda a aprovação de mais dois amigos no vestibular. “Esse resultado ainda não ocorreu, mas estamos confiantes. Caso sejam aprovados, a ‘zoação’ provavelmente ocorrerá”.

Concluindo, o guaçuano recomenda algumas palavras-chave para todos os presentes e futuros vestibulandos. “Foco, determinação, perseverança e dedicação. A etapa dos vestibulares é muito difícil e cansativa, mas ao aplicar os itens previamente citados, você chega lá”.

Sobre Flávio Ribeiro

Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Pucc - Campinas. Editor-Chefe e Repórter da Revista O Pólo - Agência ODBO, é o responsável pela checagem e produção das reportagens e artigos e, também, da edição final da revista. Exerceu a função de Assessor de Imprensa de Gestão Pública e trabalhou em meios de comunicação como o Jornal Gazeta Guaçuana, Jornal Cidade e estagiou na EPTV Campinas.

Confira Também

Os irmãos Adriana e Eduardo Massucci

Odontologia

A evolução tecnológica trouxe para o Odontologia uma grande melhora, no sentido de os tratamentos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *