Colunistas

Como hábitos podem te transformar

Estava pensando em como que muito do que fazemos diariamente são feitos sem percebermos, no automático. Hábitos que cultivamos e sem perceber vamos vivendo deles e com eles.

Muitas vezes, podem não ser hábitos muito bons, que precisam ser mudados ou aperfeiçoados, o que nos dá a oportunidade de melhorarmos como pessoas.

Somos pessoas feitas de hábitos. Bons ou maus hábitos.

Não importa como são. Importa é que podemos mudá-los.

Não é fácil. Mas podemos considerar como um treino para alguma modalidade esportiva. No começo é difícil, dói um pouco, causa um certo desconforto, mas, à medida que vamos praticando diariamente, vamos nos acostumando e ficando realmente bons nisso, até que, sem perceber, estamos fazendo automaticamente.

Um dos hábitos mais comuns, é o hábito de julgar as pessoas. O julgamento só atrapalha relacionamentos, afinal, você não sabe realmente o porquê de a pessoa agir daquela forma e, assim, tirar suas próprias conclusões baseadas em você mesmo. Com certeza não será o que de fato acontece.

Para esse hábito, podemos praticar a empatia, nos colocarmos no lugar do outro. Em cada vez que começarmos a fazer julgamentos, fazemos essa troca. Com o tempo, tiraremos esse hábito das nossas vidas.

‘Pessoas interessantes conversam sobre ideias e não sobre pessoas’.

Esse é um outro hábito que vale muito investir em um ‘treinamento’ para acabarmos com ele. Sim, realmente é difícil, pois infelizmente, esse hábito é meio que cultural, ou até mesmo, inato ao ser humano.

Não tem assunto, não fale. Melhor do que falar de outra pessoa. Pratique o hábito de ler coisas que edificam, viver experiências interessantes e compartilhe dessas coisas nas suas conversas.

Cultive o hábito de falar calmo e baixo. Uma tarefa muito difícil para nós mães. Mas sinceramente, ninguém fica bem aos berros.

Aprenda a pensar sempre em situações positivas, ou como sempre digo, sempre tente ver o lado cheio do copo. Há situações em que isso não é nem um pouco fácil, mas se você cultivar esse hábito, com certeza será uma pessoa mais emocionalmente feliz e confiante.

O melhor de tudo mesmo, é que os bons hábitos contagiam. Seus filhos, companheiros, pessoas ao seu redor se sentirão inclinados a também praticá-los. Você, sem perceber, estará transmitindo bons exemplos a todos que vivem ao seu lado.

Para algumas pessoas você pode estar sendo um pouco sem graça nos momentos de fofoca e pode ser até que se distanciem de você. De verdade, antes só que mal acompanhados.

Perca seu tempo com pessoas e situações que te acrescentam e se estiver sozinho, perca seu tempo com coisas que te ensinam.  E, pode ter certeza, essas pessoas estarão falando de você, afinal, falar de pessoas é um assunto fácil. O difícil mesmo é ter ideias interessantes para compartilhar.

Tags
Mostrar mais

Rubia Wakizaka

Rúbia Mara Andrade Felisberto Wakizaka é guaçuana e há três anos mora em Lake Mary [Flórida]. É casada com o empreendedor Fabio Wakizaka e mãe de dois filhos, Ichiro e Kenzo. Fala inglês fluente, é artesã e culinarista. Nos Estados Unidos, trabalha na área digital como bloguer e youtuber, trazendo experiências do setor de craft, abrangendo técnicas de costura, bordado e crochê, por meio do seu canal ‘Faça-Você-Mesmo’.

Artigos relacionados

3 thoughts on “Como hábitos podem te transformar”

  1. Oi,Rubita!
    Como sempre arrasando!
    Seus textos são tão profundos de tal forma ,que mesmo sem querer mudamos.
    Você passa muita credibilidade,doçura,tranquilidade,amor e fé.
    Como não seguir você!
    Muita luz e até quarta-feira!
    Sempre te seguindo!
    Bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verifique também

Close
Close