ColunistasGastronomiaVariedades

De pai para filha

“Se tiver que perguntar se pode, é porque não pode!”.

Esta é uma das frases mais emblemáticas que me lembro de ouvir do meu pai, desde a minha infância.

E hoje falo a mesma coisa para os meus filhos!

E como eu já disse, ‘uma’ das frases, porque são muitas…

Falar do meu pai me traz lembranças muito deliciosas, de colo, de apoio, de maturidade, de amor…. Ah, quanto amor!

Sempre sério, carrega a família inteira embaixo dos braços. Não esmorece por nada! Melhor, raramente. Eu sempre digo que ele nasceu no dia certo, 04 de outubro, Dia de São Francisco de Assis, protetor dos animais. Meu pai, protetor da família, seus filhos, seus netos, seus irmãos, seus sobrinhos. A ele todo mundo recorre! Protetor também de seus pacientes, já que escolheu a profissão certa, servir como médico!

Nunca o tinha escutado chorar, até quando me senti sozinha e em desespero. Morando em Curitiba [PR], longe de todos, tive uma perda muito triste, de uma pessoa muito alegre, bonita e jovem. Minha chefe, tinha 32 e morreu num acidente de carro.

Em meio a todo aquele cenário triste, meu pai me ligou. Eu senti a sua voz trêmula. Pediu para que eu rezasse e ficasse tranquila, que mesmo estando longe ele estava perto e, logo, logo, eles [meu pai e minha mãe] iriam voar para lá e me fazerem companhia. Não foi fácil, mas o colo chegou em 02 dias!

Este episódio me marcou muito. Meu pai me pediu para rezar. Logo ele, médico, sério e até meio cético [coisas da profissão]. Mas aquele pedido dele me trouxe um conforto instantâneo.

Sem falar do poder da palavra dele na minha mente… Bravo? Não. Nenhum pouco.

Apenas sábio e extremamente confiável. Tão sábio e tão confiável que, às vezes, ele pode nem ter razão, mas aquilo martela na minha cabeça dias a fio.

Este ano meu pai completa 80 anos. A data vocês já sabem!

Uma fortaleza.

Rei das engenhocas, trabalha, conserta, repara, controla, dirige, viaja, cuida, protege, dá bronca…. Aff, ainda faz tudo, como se tivesse 18 anos. Apenas uma dor no joelho o incomoda. Mas também assim, ele não para!

Orgulho de ter você como pai e um presente poder me deliciar com sua sabedoria, seu afeto, sua preocupação.

Este texto é uma pequena homenagem para ele para o próximo Dia dos Pais, no domingo, 11 de agosto de 2019.

Obrigada papai, pelos ensinamentos de vida, pela força de sempre e pela proteção sem fim a mim e à minha família.

Eu te amo muito!

E, para este frio de Dia dos Pais, segue uma receita com um ingrediente que meu pai ama:
Mandioquinha salsa ou batata baroa!

Receita de Creme de Mandioquinha com Bacon

Ingredientes
1/2 kg de mandioquinha;
01 cebola média picadinha;
02 dentes de alho picadinhos;
1 ½ litro de água;
03 colheres [sopa]de azeite de oliva;
01 cebola picada;
04 colheres [sopa] de creme de leite;
06 fatias de bacon;
01 colher [sopa] de salsa [ou salsinha] picada;
1/2 xícara [chá] de queijo parmesão ralado;
Sal a gosto;
Páprica picante a gosto;
Uma pitada de açafrão.

Modo de preparo
Refogue o bacon até dourar numa panela grande, tipo caçarola [com as bordas altas. Retire o bacon e reserve. Acrescente a cebola e o alho picadinhos. Refogue. Acrescente açafrão e páprica picante.
Acrescente a mandioquinha cortada em cubos e refogue.
Acrescente água e deixe ferver até a mandioquinha ficar bem macia.
Bata tudo no liquidificador. Coloque de volta na panela, ajuste os temperos e deixe ferver. Desligue o fogo e misture o creme de leite.
Salpique a salsa e polvilhe com o queijo ralado.
Sirva com croûtons.

Tags
Mostrar mais

Maria Gabriela C. de Carvalho Franco de Almeida

Graduada em Direito pela USF [Universidade São Francisco] – Bragança Paulista –, e Pós-Graduada em Direito do Trabalho Empresarial pelas Faculdades Integradas de Curitiba [PR]. Exerce a advocacia em seu dia a dia e, mesmo assim, tem outra área de atuação de muito sucesso: a Gastronomia. Por isso, desenvolveu um espaço dedicado para os amantes da culinária, com um estúdio gourmet com capacidade para receber até 12 alunos, além de realizar pequenos eventos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close