Quinta-feira , 21 Setembro 2017
Últimas Publicações
Home / Coluna da Fabi / É de pequeno que se aprende

É de pequeno que se aprende

Hoje em dia, grande parte das crianças, gastam uma parte do seu dia em frente a televisão, jogando vídeo game ou algum tipo de jogo eletrônico. O sedentarismo infantil pode levar a criança a desenvolver uma série de doenças, como a diabetes e a obesidade. Cerca de 40% das crianças obesas tornam-se adultos obesos e esse número duplica para os adolescentes.

Incentivar a prática de atividade física na infância é uma tarefa para os pais. 90% dos filhos de pais ativos também são ativos fisicamente. A criança aprende com exemplos, ainda mais, vindo dos pais. Mas somente as aulas de Educação Física na escola não são suficientes. É preciso estimulá-los a outras atividades.

O esporte promove saúde e bem-estar estendendo a expectativa de vida e reduzindo a probabilidade de acometimento de diversas doenças, principalmente, aquelas relacionadas ao sedentarismo.

Praticar atividade física regular fortalece a massa óssea e muscular, contribui para o aperfeiçoamento de habilidades motoras, desenvolve a flexibilidade ajudando na manutenção da postura e equilíbrio e melhora também o sistema cardiocirculatório.

Introduzir esporte na vida da criança traz muito mais benefícios do que os citados acima. A prática propicia momentos de aprendizagem, aspectos afetivos, sociais, cognitivos, culturais, auxilia na construção da convivência do indivíduo com a sociedade, além da aprendizagem da técnica. Esportes coletivos trabalham o sentido de cooperação, os individuais trabalham mais o equilíbrio emocional.

Os pais devem tomar muito cuidado para não criarem expectativas. O esporte deve ser encarado como um desenvolvimento e não como uma pressão. O exagero tem efeito contrário e pode prejudicar o desenvolvimento da criança.

Encare a atividade como uma forma de ampliar a brincadeira do seu filho. Dê a ele a oportunidade de experimentar várias atividades para que ele mesmo escolha a que mais lhe agrada. Fique atento a atividade recomendada para cada faixa etária.

Se seu filho não demostra interesse por nenhuma atividade física crie algumas regras como:

  • diminua o tempo da televisão e jogos eletrônicos;
  • estipule um tempo diário para andar de bicicleta;
  • crie brincadeiras que envolvam corrida e salto e pratique com ele;

Lembre-se: é de pequeno que se aprende!

Sobre Fabi Matos

Fabiana Nunes de Matos Bueno é graduada em Educação Física e trabalha como personal trainner ministrando aulas de pilates e funcional em seu estúdio.

Confira Também

atividades_fisicas_mediz

Como sobreviver sem exagerar

O outono começou e chegou cheio de feriados. E além de serem bons momentos para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *