Colunistas

É preciso investirmos em nossa qualidade de vida e saúde mental

Encerramos o ano de 2018 com o artigo da psicóloga Ana Lúcia C. Rafael, que propôs uma reflexão sobre a importância de acreditarmos nas mudanças a partir de nossas ações e irmos à luta cobrando de nossos governantes propostas efetivas que visam um mundo mais digno para todos.

Iniciamos 2019 com o artigo da psicóloga Patrícia Galo, que destacou a necessidade do perdão que para muitos, pode significar alívio de sofrimento psíquico. ‘Perdoar’, segundo estudos da Neurociência, promove bem estar físico, psíquico e espiritual.

Agir, transformar, perdoar… podem ser atitudes que nos fazem refletir sobre a saúde mental? É importante pensar sobre isso?

O mês passado foi dedicado à campanha ‘Janeiro Branco’, que trata-se de uma ação [prática] com o objetivo de convidar as pessoas a refletirem sobre qualidade de vida, relacionamentos, autoconhecimento, emoções, pensamentos e comportamentos, além de colocar os temas sobre saúde mental em evidência. Assim como, sensibilizar as mídias, as instituições e os poderes públicos e privados, em relação à importância de projetos, políticas públicas, espaços e iniciativas socioculturais empenhadas(os) em valorizar e atender as demandas individuais e coletivas.

‘Janeiro Branco’ é uma proposta que nasceu em 2014 com um grupo de psicólogos de Uberlândia [MG], que iniciaram a campanha ministrando palestras em diversos espaços da cidade e com uma ampla divulgação online do tema. Hoje, a campanha já conta com colaboradores em diversas cidades do Brasil.

Segundo os idealizadores, o mês de janeiro foi escolhido por alguns motivos. O primeiro é que no início do ano as pessoas têm a sensação de um recomeço, novos planos e estilo de vida e, assim, podem refletir sobre sua saúde mental. Já a cor branca representa o papel em branco, no qual escreveremos ou desenharemos uma nova história.

Assim, a campanha ‘Janeiro Branco’ e o tema ‘Saúde Mental’ ganham sua devida importância, afinal, somos seres multidimensionais com necessidades físicas, psicológicas e subjetivas e estamos diariamente inseridos em diversos contextos e relacionamentos onde a afetividade e as emoções estão presentes.

Se a subjetividade humana precisa receber a devida atenção, não podemos deixar de ressaltar a importância da psicoterapia. Muitas pessoas ainda não consideram a busca por ajuda profissional como um investimento pessoal, outras avaliam a importância apenas para aqueles que possuem um distúrbio e/ou uma psicopatologia.

Sendo a psicoterapia um método terapêutico, apoiado em diversos conhecimentos científicos da Psicologia, uma ciência humana que abrange o homem e sua relação com o mundo, destaco que o objetivo do acompanhamento psicoterápico é diagnosticar, interpretar e intervir em questões que ajudem os indivíduos a serem mais felizes, propiciando bem-estar e realização pessoal e/ou profissional.

Desta forma, a psicoterapia deve ser um espaço favorável a descobertas, a mudança de padrões, a criatividade, aos insights e ao crescimento e amadurecimento pessoal, buscando sempre a qualidade nas relações e vínculos que se estabelecem com os diferentes meios e também como possibilidade de alívio para o sofrimento psíquico/existencial.

A partir do processo terapêutico, as pessoas têm a possibilidade de ‘ressignificar’ pensamentos e vivências, podendo descobrir outras maneiras de ver a realidade e formas de viver mais satisfatórias.

A psicoterapia deve ser uma prática desenvolvida por profissionais capacitados e que estejam sempre em busca de qualificação e compromisso com o seu know-how [prática]. O psicólogo é um profissional que concluiu a graduação em Psicologia, podendo atuar na área clínica, organizacional, educacional, esportiva, entre outras. Pode ainda, atuar em pesquisas, contribuindo para descobertas sobre as variáveis relacionadas ao comportamento humano, bem como, ministrar aulas em diferentes cursos que englobam sua especialidade.

As propostas de trabalho podem estar voltadas à psicoterapia individual – adultos, crianças e adolescentes – , de casal, família e em grupo.  O trabalho com crianças e adolescentes também envolve a orientação de pais e muita vezes, dependendo da queixa, é necessário a parceria com outros profissionais que acompanham a criança e/ou adolescente, assim como, a equipe escolar.

Considero importante que os leitores busquem conhecer mais o papel do psicólogo, as diferentes abordagens, o compromisso ético e social que cada profissional deve ter com seus clientes e familiares e acredite no processo terapêutico como uma proposta de mudança para que possamos ser mais felizes, com boa autoestima, com relacionamentos mais saudáveis, motivação e empenho para mudar, se necessário.

Como bem disse Carl Jung: “Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta”.

Invista em sua SAÚDE MENTAL e acredite na sua mudança.

Adriana Pereira Rosa Silva – CRP 06-76446  Psicóloga Clínica, terapeuta infantil e familiar, pós-graduada em Psicopedagogia [Puccamp], pós-graduada PUC/SP em Terapia Familiar e de Casal [Puc/SP] e graduanda no curso de Neuropsicologia do Instituto de Neurologia do HC/USP.  Ministra palestras e cursos para pais, educadores e psicólogos. 

Tags
Mostrar mais

Clínica Bem Estar

A clínica Bem-Estar existe há mais de 20 anos e foi idealizada pelas psicólogas Silvia Gonçalves Compri e Irmã Lais Soares. Atualmente, a equipe é composta por quatro profissionais: Ana Lúcia da Costa Rafael, Adriana Pereira Rosa Silva, Flávia Lima Morgon e Patricia Galo Firmino. As psicólogas atendem crianças, adolescentes e adultos em sessões individuais, familiar e de casal, trabalhando na abordagem sistêmica, acreditando numa mudança paradigmática, onde os processos relacionais assumem significativa importância nos atendimentos e na evolução das pessoas que as procuram. Também ministram palestras, cursos para pais, professores e profissionais da área. Desenvolvem projetos sociais, consultoria e supervisões clínicas. A equipe tem como meta tornar-se um centro de referência em atendimento e formação na área da Psicologia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close