Quinta-feira , 21 Setembro 2017
Últimas Publicações
Home / Variedades / Comportamento / Fisioterapia de animais

Fisioterapia de animais

Foto: Otávio Bueno

Fisioterapia de animais, você conhece?

Se não, saiba que agora em Mogi Guaçu e região já tem a primeira clínica veterinária especializada nesta área: a Mundo à Parte.

“A área de Fisioterapia Veterinária ainda é relativamente nova em comparação a outras especialidades do ramo, mas está crescendo cada dia mais. Em resumo, a Fisioterapia Veterinária tem como objetivo devolver a capacidade de movimento, alívio de dor e uma melhora na qualidade de vida dos animais”, diz a proprietária da Mundo à Parte, Mariana Brunelli Cadini, 24.

Mariana é guaçuana e graduada em Medicina Veterinária pelo Unifeob [Centro Universitário Octávio Bastos] – São João da Boa Vista, desde 2015, e com Especializações nas áreas de Fisioterapia e Acupuntura Veterinária.
Ela conta que a Mundo à Parte pertence a uma rede que está no mercado há cinco anos, tendo a sua primeira unidade situada em Porto Alegre [RS], e hoje, possuem outras seis espalhadas pelo Brasil.

A inauguração da clínica em Mogi Guaçu aconteceu no último mês de maio e, segundo a proprietária, o público alvo é “clientes que assim como nós, cuidam de seus animais como se fossem membros da família, proporcionando para eles uma melhor qualidade de vida possível”.

A Mundo à Parte é equipada com todos os aparelhos para atender da melhor forma possível os seus pacientes. A clínica atende exclusivamente cães e gatos.

“Oferecemos tratamentos como laser terapia, magneto terapia, fototerapia, ultrassom terapêutico, eletroterapia, hai hua, moxabustão, acupuntura, cinesioterapia e hidroterapia”.

Esta nova especialidade cuida de doenças tanto ortopédicas, como neurológicas, além de auxiliar na cicatrização de feridas abertas e na redução de peso de animais obesos.
“As doenças mais comuns e que atendemos com mais frequência são Displasia Coxofemoral, Luxação de Patela, Ruptura de Ligamento Cruzado, Artrose, Doenças do Ombro e Cotovelo, Hérnia de Disco, Síndrome da Cauda Equina, Síndrome de Wobbler e Lesões de Nervos Periféricos”.

O tratamento pode ser feito no pós-operatório, independente da técnica utilizada pelo cirurgião veterinário, podendo ser aplicado como método preventivo em raças que tenham predisposição genética para algumas doenças ou como recurso terapêutico conservador, como por exemplo, em casos para fugir da cirurgia ou em que o animal não possa ser submetido em procedimentos mais invasivos.
“É importante lembrar que existem raças, de grande e pequeno porte, que tem mais chances de sofrer com doenças como: Labrador, Golden Retriever, Pastor Alemão, Rottweiler, Bernese, São Bernardo, Doberman, Dogue Alemão, Poodle, Basset Hound, Beagle, Dachshund, Yorkshire, Lhsa Apso e Shih Tzu”.

Mariana Brunelli explica que as pessoas têm por hábito acreditar que seu animalzinho parou de brincar porque está ficando velhinho, mas na verdade ele apenas sente dor e, por essa razão, evita brincar ou movimentar-se.

“Animais paralisados que perderam o movimento das patas, também são candidatos a voltar a caminhar, ter mais independência e qualidade de vida, não precisando assim, usar cadeirinhas de rodas”.

Localização

Sobre o trabalho de Fisioterapia Veterinária ser novidade em Mogi Guaçu e região, Mariana Brunelli Cadini comenta que o diferencial de seu trabalho está no posicionamento estratégico da Mundo à Parte.

“A clínica fica em Mogi Guaçu e nas cidades ao redor como Mogi Mirim, Estiva Gerbi, Espirito Santo do Pinhal, Itapira, entre outras, ainda não contam com um centro de reabilitação completo. As clínicas mais próximas são em Campinas, e muitas vezes, inviáveis para os proprietários levarem seus animais, tanto pela distância como pelo tempo, que hoje é cada vez mais curto no nosso cotidiano”.

Para a veterinária, a chegada da Mundo à Parte na Baixa Mogiana contribuirá com os animais que precisam de procedimentos cirúrgicos como a cirurgia ortopédica a recuperarem-se rapidamente e com mais conforto no pós-operatório.

“Como cresce o número de pets fazendo parte das famílias, o cuidado e zelo com eles também aumenta. Junto a isso, as áreas dentro da Medicina Veterinária sentem a necessidade de oferecer serviços diferenciados e de qualidade. A Mundo à Parte tem como objetivo, não só cuidar dos animais, mas cuidar da família como um todo, afinal, um animal feliz contagia a todos dentro do seu lar e a sua volta”, conclui Mariana.

Perfil

Foto: Otávio Bueno
Foto: Otávio Bueno

Mariana Brunelli Cadini é Médica Veterinária graduada pelo Unifeob[Centro Universitário Octávio Bastos]- São João da Boa Vista. Desde então, participou de cursos em diversas áreas. No entanto, foi em 2014 que interessou-se pela área de reabilitação veterinária. Em 2015, foi convidada para o programa de treinamento da Mundo à Parte, em Porto Alegre [RS], onde  permaneceu trabalhando por mais de um ano. No final de 2016, retornou para Mogi Guaçu para iniciar a nova unidade da Mundo à Parte. 

Mundo à Parte

Rua Dourado, 41

Jardim Camargo – Mogi Guaçu/SP

(19) 3362.5723

Sobre Flávio Ribeiro

Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Pucc - Campinas. Editor-Chefe e Repórter da Revista O Pólo - Agência ODBO, é o responsável pela checagem e produção das reportagens e artigos e, também, da edição final da revista. Exerceu a função de Assessor de Imprensa de Gestão Pública e trabalhou em meios de comunicação como o Jornal Gazeta Guaçuana, Jornal Cidade e estagiou na EPTV Campinas.

Confira Também

Foto: Lucas Góis

As várias fases da mulher: adulta

Continuando com o tema: o exercício ideal para cada fase da mulher. Escrevo hoje sobre ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *