Terça-feira , 12 Dezembro 2017
Últimas Publicações
Home / Colunistas / Mudar

Mudar

Estou me mudando mais uma vez. Falo dessa maneira, porque essa será minha 9a mudança em 18 anos! E, para cada casa que mudamos, sempre temos a certeza de que será a última.

Mera ilusão!

As minhas horas vagas nesses meus últimos dias se resumem em encaixotar.

Como é difícil mudar!

Mudar exige determinação, organização, disciplina e muita vontade.

Fazendo uma analogia a essa mudança que estou passando, no caso, residencial, noto que tudo isso se faz verdadeiro para qualquer mudança.

Mudar um hábito, por exemplo, exige essa mesma determinação, organização, disciplina e muita vontade. Não é fácil, mas é um processo que exige foco também.

Indo além, tenho pensado em atitudes que nos propomos a praticar e compromissos que assumimos e, que, por falta de engajamento, os abandonamos.

Quantas pessoas hoje assumem compromissos e simplesmente não os cumprem.

Sou das antigas, daquelas que, basta uma palavra e o compromisso está firmado.

Mas, infelizmente, o mundo atual faz com que as pessoas não ajam dessa maneira. É preciso um contrato assinado [de preferência com algum tipo de pagamento] para se levar para frente um compromisso assumido. Fora disso, nada é garantido.

Volto na questão do hábito.

Assumir um compromisso seria um novo hábito em sua vida, e para isso, toda aquela disciplina deve ser colocada em prática. Isso pode incluir mudança de horários, foco no compromisso assumido e estabelecer uma nova rotina. Tudo para que se cumpra o que foi dito e combinado.

Mudanças acontecem no caminho? Novos projetos surgem? Antes de assumir novos compromissos, analise os que já possui. Isso é respeitar-se e respeitar o outro.

Só seremos respeitados quando respeitarmos os outros.

Mudar exige comprometimento.

Uma mudança física exige o comprometimento de começar e terminar, para garantir que todas as caixas sejam esvaziadas e os objetos organizados em seus devidos lugares.

Uma mudança de hábito exige o comprometimento de ir até o fim com os compromissos que assumiu.

Acredite! No final de qualquer mudança é que fica a melhor parte!

Sobre Rubia Wakizaka

Rúbia Mara Andrade Felisberto Wakizaka é guaçuana e há três anos mora em Lake Mary [Flórida]. É casada com o empreendedor Fabio Wakizaka e mãe de dois filhos, Ichiro e Kenzo. Fala inglês fluente, é artesã e culinarista. Nos Estados Unidos, trabalha na área digital como bloguer e youtuber, trazendo experiências do setor de craft, abrangendo técnicas de costura, bordado e crochê, por meio do seu canal ‘Faça-Você-Mesmo’.

Confira Também

site01

Qualidade de vida: todo mundo quer, mas o que é?

A O Pólo progrediu com o compromisso de fomentar opiniões que transformem as atitudes de ...

3 comentários

  1. Sílvia Damasceno

    Rúbia querida:
    Assistindo aos seus “vlogs’ sobre a mudança p/ a Casa 1( muito bem escolhida por vcs), recordei-ma da minha última mudança há quase 10 anos atrás, quando ia nascer o meu neto mais velho e vim morar bem pertinho, p/ poder colaborar na criação e educação dele.
    Quando vejo as suas caixas e os rolos de plástico- bolha, recordo-me da trabalheira que foi, pois nesta época eu já passava dos 60 anos e a energia já não era tanta. Mas que felicidade e acerto realizamos, em trocar de residência, de bairro, embora na mesma cidade( R.J.), pois hj temos a grata alegria de vê-los crescer, ajudando -os em seus estudos e atividades complementares.
    Portanto, querida, mesmo sendo um período cansativo, a mudança é sempre BEM- VINDA e depois agradecemos a Deus pela oportunidade de iniciar um novo ciclo em nossas vidas e de nossa família.
    Toda mudança é importante para o nosso crescimento espiritual!!!!!!
    Um afetuoso beijo e mais uma vez, Parabéns pelo seu aniversário!!!!!
    Sìlvia Damasceno.

  2. Alba Antonia de Andrade Felisberto

    Oi,Rubita!
    Suas matérias sempre esclarecedoras,concordo com você sobre assumir compromissos,quando assumimos compromissos,devemos pensar dar resposta depois,não é justo para com quem assumimos um compromisso,
    não estar nem aí.
    Não tem desculpas,na doença,na saúde,na alegria…
    Ninguém deve ser prejudicado por uma falta de responsabilidade nossa.
    Como é bom quando alguém acredita em nós.

    Bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *