Quarta-feira , 18 Outubro 2017
Últimas Publicações
Home / Colunistas / Natais

Natais

Amo o Natal.

Essa coisa boa que nos envolve nessa época e nos deixa mais sentimentais.

Sim, muitas vezes não são boas as lembranças que o Natal nos traz. Mas nem todos os Natais são assim.

Sem dúvida alguma, o Natal nos faz refletir. Ele traz a esperança que muitas vezes se perdeu. Traz a alegria que anda esquecida. Traz essa inocência perdida na infância.

O Natal iguala as pessoas. Ele nos abraça.

Aprendi a gostar do Natal desde sempre.

Minha família, inspirada em minha avó, sempre celebrava com todos juntos.

Família enorme, éramos crianças ainda. Passávamos o ano esperando o Natal. Mais até do que o Papai Noel, era o Natal que queríamos.

Noite de festa. Noite de alegria. E depois, um outro dia inteirinho de diversão.

Anos e anos e anos e anos.

Natais.

Há anos em que é difícil comemorar. Principalmente, quando se perde alguém ou quando muitos dos planos não poderão ser realizados naquele Natal.

Mas eu penso que o Natal também cura. Há sempre uma alegria de criança eternizando esse momento. E, mais do que isso, há a lembrança do nascimento de Jesus. E isso tudo faz com que não percamos as esperanças no amanhã.

Por isso, luto para sempre reavivá-lo em meu coração!

Cores, cheiros e sabores se fazem presente nessa espera. De tudo o que traz esse aconchego no coração, eu me permito.

Presentes já não são mais tão importantes. Quero estar em paz.

O pinheiro enfeitado não mais me agita, ao contrário, me acalma.

De Natais com muitos, hoje prefiro um Natal mais quieto.

Um Natal que me permite refletir e agradecer.

Um Natal tão feliz como sempre!

Afinal, é Natal.

Sobre Rubia Wakizaka

Rúbia Mara Andrade Felisberto Wakizaka é guaçuana e há três anos mora em Lake Mary [Flórida]. É casada com o empreendedor Fabio Wakizaka e mãe de dois filhos, Ichiro e Kenzo. Fala inglês fluente, é artesã e culinarista. Nos Estados Unidos, trabalha na área digital como bloguer e youtuber, trazendo experiências do setor de craft, abrangendo técnicas de costura, bordado e crochê, por meio do seu canal ‘Faça-Você-Mesmo’.

Confira Também

site01

Qualidade de vida: todo mundo quer, mas o que é?

A O Pólo progrediu com o compromisso de fomentar opiniões que transformem as atitudes de ...

Um comentário

  1. Alba Antonia de Andrade Felisberto

    Oi,Rubita!
    Linda matéria!
    Natal, nascimento de Jesus e também nascimento de coisas novas em nós.
    Saudade de quem já se foi e alegria de estar com nossos familiares e amigos sinceros.
    A vida é assim, cheia de mistérios,com cheiros,sabores,perfumes … Que nunca mais sairão de nós.
    Um abençoado Natal a todos vocês!
    Bjs!
    Sempre te seguindo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *