Quinta-feira , 14 Dezembro 2017
Últimas Publicações
Home / Saúde / Nutrição, ferramenta salutar da vida

Nutrição, ferramenta salutar da vida

Solange Chiorato escolheu a área clínica para ter contato direto com as pessoas

Ainda hoje há uma grande parte da população que busca orientação nutricional voltada mais para a estética do que a saúde e é onde está os maiores índices de desiquilíbrio alimentar.  É possível sim, termos um corpo bonito e saudável sem que falte nenhum nutriente, pois uma alimentação desbalanceada pode comprometer nossa saúde e desenvolver patologias. Por que as pessoas preocupam-se mais com o quanto comer e não com o que comer?

“É preciso consumir todos os dias os grupos dos alimentos e as quantidades adequadas para cada pessoa. A somatória desses micronutrientes e macronutrientes contribuirá para uma melhor qualidade de vida e para a prevenção de doenças”, esclarece a nutricionista Solange Iside Ferreira Chiorato.

De acordo com ela, a estética e a saúde podem estar juntas. “Podemos preparar uma refeição saudável escolhendo os alimentos corretos nutricionalmente favoráveis para o nosso bem-estar e, ainda, não rendermo-nos para as comidas industrializadas, fast foods e dietas da moda que não trazem benefícios”.

A profissional tem Especializações em: Nutrição Clínica, Metabolismo, Prática e Terapia Nutricional; Prescrição de Fitoterápicos e Suplementação; Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição Desportiva pela Unicamp [Universidade Estadual de Campinas].

Ela trabalha com reeducação alimentar, cardápios e prescrições individuais e personalizadas, atendimento a domicilio, de gestantes, crianças, adultos, idosos e esportistas, assessoria para empresas de alimentação e com o atendimento clínico na Nesa [Associação de Pais e Amigos do Autista da Baixa Mogiana] – Fonte Viva.

“Atuo também como personal diet, que é o serviço em que o nutricionista vai até a sua casa para auxiliar corretamente e nutricionalmente o cliente que faz as preparações das refeições todos os dias, a fazer uma comida elaborada, prática e saudável”.

Solange Chiorato explica que a Nutrição e Gastronomia são áreas independentes, mas que podem unir-se, pois a importância da primeira consiste em saber qual alimento consumir como por exemplo, para um tipo de doença, pessoa idosa, criança, adulto, além de outras recomendações de nutrientes que são especificas para cada faixa etária. “Assim a Gastronomia é a arte que oferece um alimento bem apresentado e saboroso”.

 

Potência alimentícia

As preparações dos alimentos certamente aportam energia e nutrientes. Este é um dos princípios da nutrição saudável, tendo que buscar o equilíbrio. Solange Chiorato diz que o nutricionista tem a responsabilidade de mostrar que a alimentação é fonte de saúde, prazer, sabor, amor, símbolo e lembranças.

“Devemos expor antes de tudo um equilíbrio nutricional, unindo a um prato saboroso, saudável e com uma boa aparência, uma reeducação alimentar ou uma dieta específica e não encarar como uma penitência onde tudo é proibido e não pode ser consumido”.

E mais: “preparar um prato que além de proporcionar prazer ao consumir e boas lembranças daquela preparação representa também a união entre as pessoas”.

Para ela, é essencial pesquisar o equilíbrio nutricional procurando a variedade de alimentos, mas também os sabores, os perfumes e as cores, que conferem um pequeno toque de liberdade para a Nutrição, permitindo conciliar rigor e fantasia aos pratos.

“Quanto maior a variedade de cores, maior a variedade de nutrientes, evitando a monotonia alimentar e, assim, conseguimos um prato mais atrativo, favorecendo a manutenção da saúde e prevenção de doenças”.

Preparar um prato contendo sabor, cores, perfumes, temperos naturais e visualmente bonitos é muito mais aceito porque “de nada adianta o prato ser saudável, se a aparência for desagradável para os olhos, pois são eles que direcionam a escolha de alimentos chamativos e visíveis, aguçando o nosso paladar”.

 

 “Ajudar o paciente seja no emagrecimento ou patologia é satisfatório e gratificante”

 

Lembrança gastronômica

O conhecimento de cozinhar para proporcionar maior prazer a quem come é um poderoso instrumento de trabalho. Sobre isso, a nutricionista fala que as devem cultivar o saber de nutrir o paladar e o prazer gustativo.

“Cozinhar é uma arte que todos podem e conseguem realizar tendo prazer ao se alimentar. Para isso, é preciso deixar o medo de manusear os alimentos e utilizá-los inventando preparações que conectem sabor e nutrientes em um mesmo prato, sem conter desperdício”.

Ela comenta que Nutrição e Gastronomia trazem para o núcleo familiar às antigas reuniões em volta de uma mesa, à união das pessoas e que por meio do alimento, as famílias podem almoçar juntas, pois um almoço com mais pessoas é muito mais alegre.

“Antigamente, as pessoas comiam o prato que tinham aprendido com a avó e, agora, já estão aprendendo a fazer novas leituras destas receitas e isso estimula os sensores gustativos e visuais de cada uma delas”.

Então, devemos preparar e comer alimentos saudáveis que nos dão prazer e termos a lembrança daquele prato que um dia apreciamos.

“Necessitamos cultivar no paciente o nutrir do paladar, para que o mesmo consiga seguir as recomendações nutricionais de uma dieta, consumindo o que tem em casa, sabendo usar os alimentos de forma mais elaborada e correta, sem ter um gasto desnecessário com alimentos mais caros”.

 

Crença

Muitas pessoas têm como conceito ainda de que fazer uma dieta é muito caro. Calculando-se o custo, é ainda mais excessivo quando consumidos alimentos de fast food, pelo fato das pessoas buscarem alimentos já preparados devido à praticidade e assim não sendo nutricionalmente saudável,

“Para mudarmos o hábito alimentar é necessário trabalhar a reeducação alimentar, dar opções de preparações, ensinar as pessoas que podemos e conseguimos nos organizar mesmo frente à correria cotidiana”.

Ressalta que é relevante preconizar a saúde para ter-se uma qualidade de vida melhor e que o olhar para a Nutrição deve ser mais crítico, pois é ela a ferramenta mais importante para a prevenção de doenças.

“Não cuidar da saúde é como termos um carro que nunca fazemos manutenção e um dia surgirão problemas para o bom funcionamento dela. É necessário ter este cuidado diariamente e direcionar as escolhas amplamente voltadas em favor da nossa saúde”.

 

Foto: Otávio Bueno

 

Consultório Solange Chiorato
Rua Santo Antonio, 225
Bairro do Lote – Mogi Guaçu/SP
(19) 3362.6054

Sobre Flávio Ribeiro

Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Pucc - Campinas. Editor-Chefe e Repórter da Revista O Pólo - Agência ODBO, é o responsável pela checagem e produção das reportagens e artigos e, também, da edição final da revista. Exerceu a função de Assessor de Imprensa de Gestão Pública e trabalhou em meios de comunicação como o Jornal Gazeta Guaçuana, Jornal Cidade e estagiou na EPTV Campinas.

Confira Também

João Guilherme e Marcelo dizem que a vida é curta demais para tomar vinhos ruins

Vinho, a dieta alimentar do homem

Na atualidade, existe um crescente interesse pelo vinho, quer na sua vertente econômica e social ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *