GeralSaúde

Nutrição x Fitoterapia Clínica e Esportiva

A natureza é que oferece a cura e os tratamentos para qualquer tipo de situação enfrentada pelo nosso organismo e, por esse motivo, cientistas têm desenvolvido duas áreas de atuação que trabalham exatamente com os benefícios que o meio ambiente oferece para a nossa saúde: a Nutrição e a Fitoterapia.

A Fitoterapia é o tratamento ou prevenção de doenças por meio do uso de plantas. É uma ciência curativa de origem chinesa, reconhecida por muitos médicos e especialistas da área, que trabalha com o uso de plantas e ingredientes medicinais, que tem origem somente na natureza e no meio ambiente.

A Fitoterapia, apesar de ser a principal responsável pelo desenvolvimento dos medicamentos fitoterápicos, é uma ciência diferente dessa utilizada por médicos em vários tratamentos. Os medicamentos fitoterápicos são elaborados a partir de extratos e concentrados de plantas, vegetais e frutas, enquanto a Fitoterapia, por sua vez, trabalha com os ingredientes naturais no tratamento de doenças.

No entanto, existem plantas que são ‘venenos’ por conterem toxinas poderosas que podem levar à morte. Algumas plantas medicinais são, inclusive, incompatíveis com o uso de certos medicamentos.

Fitoterápico é o produto obtido de planta medicinal. Esses produtos são exclusivamente de origem vegetal, sendo assim, é um método de tratamento caracterizado pela utilização de plantas medicinais em suas diferentes preparações e em suas diferentes formas farmacêuticas.

Resultados de pesquisas vêm apontando aumento de demanda de fitoterápicos pelos consumidores, auxiliando o tratamento dietoterápico em diversas patologias como diabetes, hipertensão, emagrecimento, ansiedade, insônia, compulsão alimentar por doces e massas, entre outros.  Para sua prescrição é necessária o conhecimento cientifico e é de extrema importância o reconhecimento dessas interações medicamentosas por parte dos profissionais de saúde

 

Nutrição e Fitoterapia encontram-se onde?

Se a Fitoterapia é uma ciência que explora as características naturais de plantas, vegetais e frutas para curar doenças, é fácil de imaginar como a Nutrição pode ser considerada parte importante desse processo.

A Nutrição é a ciência da alimentação e explora as principais características dos produtos que fazem parte da nossa dieta diária e, que, ajudam a manter nosso organismo funcionando normalmente.

Então, quando aliada à Fitoterapia, a Nutrição consegue dividir seus conhecimentos sobre os nutrientes e suas funcionalidades para ajudar no tratamento de várias doenças como hipertensão, colesterol, triglicerídeos, tireoide, ansiedade e compulsão alimentar, diabetes entre outras que podem ser controladas – e até mesmo curadas – com a Fitoterapia.

“A Fitoterapia é o tratamento ou prevenção de doenças por meio do uso de plantas”

Como posso beneficiar-me da união dessas duas ciências?

A união de duas forças naturais como a Fitoterapia e a Nutrição permite que, cada vez mais, consigamos nos distanciar do uso de produtos químicos, sintéticos e concentrados no controle da nossa saúde, possibilitando uma vida mais natural e saudável.

Vale a pena reforçar, entretanto, que a Fitoterapia é reconhecida pela medicina como uma ciência complementar e, por esse motivo, deve sempre ser usada sob a orientação de um especialista e associada ao tratamento medicamentoso, caso o médico julgar necessário.

 

Fitoterapia na Nutrição e na Atividade Física

A prática de atividade física promove alteração metabólica, gerando inflamação e estresse oxidativo, que podem acabar por levar a uma implicação imune, com comprometimento da saúde do atleta, em especial em exercícios de longa duração e de resistência.

Nesse sentido, alguns fitoterápicos contribuem para o melhor desempenho esportivo, aumentando força e resistência, além de atuar como adaptógeno, ou seja, dando condições ao organismo de responder a situação estressora.

Os fitoterápicos também podem atuar como importantes anti-inflamatórios e antioxidantes, e auxiliar na recuperação pós-exercício combatendo a dor, na melhora do sistema imune e como coadjuvante no tratamento de lesões musculares.

Na Nutrição Esportiva, ênfase é dada aos fitoterápicos que modulam dor e inflamação, principalmente, pós-atividade ou recuperação de lesão.

Lembrando que a competência para a prescrição de fitoterápicos e de preparações magistrais é atribuída exclusivamente ao nutricionista que tenha realizado aperfeiçoamento nesta área.

Fotos: Lucas Góis
www.lucasgois.com.br

Clínica Equilíbrio Solange Chiorato
Rua João Rodrigues, 358 / [esquina com a Av. Júlio Xavier da Silva] Parque Cidade Nova – Mogi Guaçu-SP

(19) 3841-6207 / (19) 992347345 

Tags
Mostrar mais

Flávio Ribeiro

Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Pucc - Campinas. Editor-Chefe e Repórter da Revista O Pólo - Agência ODBO, é o responsável pela checagem e produção das reportagens e artigos e, também, da edição final da revista. Exerceu a função de Assessor de Imprensa de Gestão Pública e trabalhou em meios de comunicação como o Jornal Gazeta Guaçuana, Jornal Cidade e estagiou na EPTV Campinas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verifique também

Close
Close