Quinta-feira , 21 Setembro 2017
Últimas Publicações
Home / Colunistas / Pais, técnicos e atletas

Pais, técnicos e atletas

Agosto foi um mês especial. Não apenas por ser o mês do ‘Dia dos Pais’, mas por sediarmos um dos maiores eventos esportivos, as Olimpíadas.

E o que os dois têm em comum?

Educação.

Lembra quando falamos da minha paixão por esporte?

Meu pai foi um dos responsáveis. Me deu de presente uma bicicleta com rodinhas. Ele, todo paciente, me ensinava todos os dias, como era pedalar. E lembro-me de sua felicidade, quando consegui andar sem as rodinhas. Era nítido nos seus olhos, o orgulho que sentia.

Daquele dia em diante, andei sozinha, mas sempre soube que o meu pai estaria ao meu lado, caso eu caísse. Mas, o que essa história tem a ver com as Olimpíadas?

Não importa se o que você precisa fazer possa parecer difícil.

Para receber a medalha de ouro, é necessário aprender todos os dias, é necessário dedicar-se, é necessário superar-se.

Nos dias de hoje, temos os ‘Coach’ para nos orientar na nossa vida corporativa. Eu tenho o meu pai, que ainda me orienta, na vida pessoal e profissional. Além das palavras, meu pai com jeito calmo, fala mansa, discreto, mostra, através das atitudes que com bons exemplos, educamos.

E você, em quem se espelha? Quem é seu maior exemplo?

Adoro filmes que misturam esportes e biografia.

Já assistiram Coach Carter?

Baseado em fatos reais, conta a história de um professor de basquete que mudou a vida dos alunos através do esporte. Eles entenderam que não bastava ser um ótimo jogador, mas sim, era necessário ser exemplo em seu meio.

Passaram de péssimos alunos a serem os primeiros universitários de suas famílias. Dedicação, esforço, perseverança, confiança são algumas qualidades que o esporte trouxe para a vida pessoal e profissional de cada um deles.

Ser Pai. Ser Técnico. Ser Atleta. É entrega total. Um passo de cada vez, incentivo diário, confiança. É necessário muito trabalho. É recompensa.

E você? É técnico, pai ou atleta? Em cada momento, temos um papel a desenvolver. E como eu sempre digo, um eterno aprendizado.

Aos técnicos, sejam a voz que incentiva. Aos atletas, sejam a recompensa do esforço. Aos pais. Ahhh, os pais!!! Sejam o brilho nos olhos, o sorriso de alegria, o abraço apertado, a palavra que conduz, a mão que acalma, o amor que consola.

Façam de suas atitudes, seu maior exemplo. Esse será o seu maior legado.

Sobre Rita de Cassia

Rita de Cassia é graduada em Comunicação Social na Universidade Paulista. Trabalhou na área de Comunicação, MKT e Projetos Sociais de Multinacionais como Solvay e Oracle e, atualmente, na Dow. Antes, atuou como correspondente da TV Cultura. Também é especializada em Comunicação Corporativa, Responsabilidade Social e MKT Digital e vive conectada. Gosta de rock, jazz e blues além de um bom vinho, champanhe e café. Adotou São Paulo como sua cidade, mas a alma é do mundo.

Confira Também

Foto: Arquivo Pessoal

Mogimiriano ensina futebol nos EUA

Letícia Guimarães   A tradicional paixão do brasileiro pelo futebol atravessou o continente americano e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *