Quinta-feira , 21 Setembro 2017
Últimas Publicações
Home / Colunistas / Quando chega a hora

Quando chega a hora

Existem momentos que nos deixam sem opção.

Você simplesmente vai.

Tudo acontece sem que possamos interferir de alguma maneira.

Ruim?

Bom?

Nem um, nem outro.

Momentos que simplesmente existem por si só.

Mais fácil aceitar e ‘seguir o fluxo’ que a vida conduz.

Durante nossa vida, muito disso nos vêm, e, na maioria das vezes tentamos guiar a situação. Afinal, queremos ter controle da nossa própria vida. É… mas nem sempre isso é possível.

Às vezes a vida está mansa que até cansa.

Às vezes ela vem como um furacão, levando tudo sem perguntar.

A vida brinca com a gente. Testa nossa paciência. Faz-nos refletir. Ou, até mesmo, nos mostra que não temos controle sobre ela, que na sua sapiência, nos mostra que ela sim está no comando.

Nesses momentos me entrego.

Deixo que ela me leve ou me traga o que, talvez, possa ser um presente.

‘E sempre o é’.

Um presente recheado de ensinamentos, muitas vezes de alegria e alguns outros de tristeza.

Tento recebê-los como quando recebemos um presente de outra pessoa. Quando gostamos, reagimos com euforia. Quando não nos agrada, tentamos disfarçar que está tudo bem.

Nessa minha atitude, tento ‘enganar’ a vida. Sim, exatamente assim! De um presente não tão bom que a vida me dá, disfarço e finjo que gostei. Tento fazer dele um bom presente. E, quando percebo, já nem me lembro que era tão ruim assim.

De enganador, passo a ser enganado.

Enganado pela própria vida.

E, mais uma vez me ensina que: faça desse o melhor que pode fazer, assim, a vida se torna mais feliz.

Fiz disso uma filosofia, depois virou um hábito e hoje já é rotina.

Deixei o reclamar de lado. O ignorei por completo.

Tento sempre procurar o lado bom em tudo.

Boba?

Não. Não me vejo boba. Vejo-me procurando motivos para me fazer feliz, mesmo que sejam desses bem pequenininhos. Qualquer motivo que me faça sorrir.

Prefiro assim, esse outro lado do lado ruim das coisas. Quero o lado bom. Quero esse que me faz bem. E, sim, esse que me faz muitas vezes ser boba em acreditar que tudo vai dar certo.

Essa rotina me alimenta e me faz bem e, partindo da premissa de que, ‘em time que está ganhando não se mexe’, continuo assim, prometendo gargalhar pelo menos uma vez ao dia, acordando como se fosse o último dia da minha vida e não desistindo de ser feliz.

Sobre Rubia Wakizaka

Rúbia Mara Andrade Felisberto Wakizaka é guaçuana e há três anos mora em Lake Mary [Flórida]. É casada com o empreendedor Fabio Wakizaka e mãe de dois filhos, Ichiro e Kenzo. Fala inglês fluente, é artesã e culinarista. Nos Estados Unidos, trabalha na área digital como bloguer e youtuber, trazendo experiências do setor de craft, abrangendo técnicas de costura, bordado e crochê, por meio do seu canal ‘Faça-Você-Mesmo’.

Confira Também

site01

Qualidade de vida: todo mundo quer, mas o que é?

A O Pólo progrediu com o compromisso de fomentar opiniões que transformem as atitudes de ...

3 comentários

  1. Sílvia Damasceno

    Vc é uma SÁBIA, querida Rúbia!!!! Parabéns!!!!
    Saber se adaptar ao que a ViDA nos vai apresentando é p/os que sabem VIVER e não abrem mão de serem FELIZES, como vc, que não deixa se abater pelo que tem de viver……..
    Siga assim, inspirando tantos seres e não desistindo dos seus sonhos e deste seu bom humor maravilhoso, que sempre demonstra, no seu Canal, junto à sua bela e amada família.
    Bjs afetuosos, Sílvia, sua “amiga virtual”

  2. Alba Antonia de Andrade Felisberto

    Ola Rubita!
    Ser feliz é querer é acreditar.
    Algumas dicas:
    Não complique.Simplifique.
    Não fuja.Permaneça.
    Não dispute.Conquiste.
    Não estacione.Renove.
    Não se exceda.Domine-se.
    Não rebaixe.Eleve.
    Não escravize.Liberte.
    Não desajuste.Harmonize.

    Bjs!

  3. Oi Rubita adoro seu canal não sei te dizer o que me faz bem, só sei que gosto. Adoro seu artesanato​ embora não conseguir fazer tudo que vc ensina,mas já fiz umas coisinhas de enfeite de Natal kkkkk
    Sua família e linda e sempre quando vejo seus vídeos desejo que Deus te abençoe sempre.
    Eu tento driblar a vida buscando sempre sentir felicidade.Vejo a felicidade nas coisas mais simples,em uma flor por exemplo rsrsrs
    Não tem felicidade completa e sim momentos de felicidades eu vivo correndo atrás deles sempre.
    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *