Terça-feira , 19 Setembro 2017
Últimas Publicações
Home / Colunistas / Um verdadeiro amor

Um verdadeiro amor

Por muito tempo, nunca imaginei o real peso que o casamento tem em nossas vidas. Digo peso no sentido da importância.

Demorou, mas entendi.

O casamento é um ‘querer estar junto’ a cada manhã.

Simples e lindo assim?

Não!

Casar-se é lindo. Manter-se casado é um desafio.

Muitas vezes, você precisa tentar olhar de fora, para sentir a importância de seu marido ou esposa em sua vida. É preciso viver momentos que se tornarão insignificantes, para entender o significado de estar junto com quem você escolheu.

Naturalmente, no amor, somos infantis. Queremos atenção o tempo todo. Queremos as coisas do nosso jeito sempre. Nada que vem do outro tem o valor das coisas que vêm de você. Você sabe o melhor para casa. Você sabe o que é melhor para os filhos. Você, você, você.

E, todo o resto que está errado vem do outro.

Desse jeito, a matemática não vai bater!

No início, pensamos que o casamento é um ‘querer que o outro faça tudo por mim’ a cada manhã. Ou, ‘querer viver a minha vida sem intromissões’ a cada manhã. Empatia: zero.

Como é maravilhoso poder perceber que tudo realmente gira em torno de você.

De você dar!

De você se dedicar ao outro.

Como é bom viver e ver que, quando você muda, o outro muda. Que o amor vai muito além do sentir. O amor vem do querer.

Muito importante frizar que isso tudo só funciona em pares. Se um não estiver disposto, é difícil mesmo continuar. O que digo aqui, é que, muitas vezes essa oscilação no casamento é uma questão de ajuste. Ajuste do quanto cada um está disposto a viver esse casamento.

Só isso seria a solução para um casamento maravilhoso?

Não!

Não existe casamento perfeito e nem família perfeita.

O que existe é um casal que se abriu para aceitar se regenerar dia após dia. Um casal que percebeu que a beleza não está na perfeição, mas na reconstrução diária desse viver a dois.

Sobre Rubia Wakizaka

Rúbia Mara Andrade Felisberto Wakizaka é guaçuana e há três anos mora em Lake Mary [Flórida]. É casada com o empreendedor Fabio Wakizaka e mãe de dois filhos, Ichiro e Kenzo. Fala inglês fluente, é artesã e culinarista. Nos Estados Unidos, trabalha na área digital como bloguer e youtuber, trazendo experiências do setor de craft, abrangendo técnicas de costura, bordado e crochê, por meio do seu canal ‘Faça-Você-Mesmo’.

Confira Também

foto

Ontem, hoje e amanhã?

Ontem sim. Ontem mesmo, eu acreditava que o meu amanhã, que já é hoje, seria ...

Um comentário

  1. Alba Antonia de Andrade Felisberto

    Oi,Rubita!
    Quanta franqueza em seu texto.
    Quanta vivência.
    Quanta sabedoria.
    Mostra o quanto é segura e realista e sem mistérios.
    Lendo seu texto,me sinto cada vez mais normal,com altos e baixos em minha vida.
    Viver um casamento é um aprendizado diário.
    Como de costume arrasando!
    Sempre te seguindo!
    Bjs!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *