Sábado , 18 Novembro 2017
Últimas Publicações
Home / Variedades / Esporte / Veterinária guaçuana se destaca em competições de rodeio

Veterinária guaçuana se destaca em competições de rodeio

Foto: Arquivo Pessoal

Especialidades são as provas dos três tambores e do laço

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

A médica veterinária Leticia Mamede Bueno, 32, têm conquistado títulos importantes em competições de rodeio, além de muitos prêmios. “Treino desde os 14 anos. Tive que interromper a carreira para cursar a faculdade. Voltei a uns três anos, pois é minha paixão. Sonho de criança”, comenta.

É graduada em medicina veterinária pela FAJ [Faculdade de Jaguariúna], desde 2006. Mãe de Danielle, 9, tem que administrar a vida pessoal, carreira profissional e as competições.

“Concilio meu tempo entre a clínica e as provas realizando atendimento em horário comercial e treinando nos finais de tarde e começo da noite. Durante os finais semana viajo para os diversos rodeios”, diz.

Letícia participa a competições de laço e da prova do tambor.  “A prova dos três tambores eu disputo a mais de 10 anos e, desde 2015, a prova do laço, já que, a modalidade é recente no Brasil”, conta.

Em 2014 e 2015, conquistou os títulos mais importante da carreira ao sagrar-se bicampeã do Rodeio de Americana. Entre os prêmios já ganhou um carro e uma moto, respectivamente, pelos títulos da Copa Pralana e Rodeio de Capivari.

A guaçuana se prepara sob a orientação de Marcos Ribeiro, em um CT [Centro de Treinamento], na cidade de Artur Nogueira.

Patrocínio

Como sempre ocorre na vida profissional dos campeões, Leticia Mamede Bueno tem que arcar com os custos das competições. “Tenho que me bancar financeiramente para competir porque não tenho ajuda. Recentemente uma marca SRF, tem me enviado as vestimentas, como os bonés e a camisa pólo. Mas, o patrocínio financeiro seria o ideal pelo custo do esporte”.

Calendário 2016 

Em março iniciaram as competições do laço nos rodeios. “O calendário é complicado, porque em todo final de semana acontecem as provas e, às vezes, coincide de bater mais de uma na mesma data. Um detalhe importante é que esse ano estamos tentando introduzir o ‘breakaway roping’, que é o laço feminino nos rodeios. É a nossa luta”, explica.

Pelas competições dos três tambores os mais concorridos são as provas que acontecerão no estado do Paraná e Barretos [SP]. Competirá também em Americana, Jaguariúna e na ExpoGuaçu.

Leticia Mamede Bueno tem planos de competir fora do Brasil. “Pretendo disputar nos países em que eu tiver oportunidade. Mas o sonho de toda competidora é a final da Prca [Professional Rodeo Cowboys Association], dos Estados Unidos. Temos brasileiros laçando por lá e peões de boi campeões. Somos mais vezes campeões mundiais na montaria em touros do que no futebol”, conclui.

 

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Títulos

Bicampeã do Rodeio de Americana;

Campeã da Copa Pralana e como prêmio ganhou um carro;

Campeã do Rodeio de Capivari e como prêmio uma moto;

Bicampeã do Rodeio de Jacutinga;

Campeã do Rodeio da ExpoGuacu;

Campeã do Rodeio de Monte Sião;

Campeã do Rodeio de Morungaba;

Campeã do Rodeio de Serra Negra;

Campeã de São João da Boa Vista e Indaiatuba – Campeonato Antt [Associação Nacional de Três Tambores];

Sobre Flávio Ribeiro

Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Pucc - Campinas. Editor-Chefe e Repórter da Revista O Pólo - Agência ODBO, é o responsável pela checagem e produção das reportagens e artigos e, também, da edição final da revista. Exerceu a função de Assessor de Imprensa de Gestão Pública e trabalhou em meios de comunicação como o Jornal Gazeta Guaçuana, Jornal Cidade e estagiou na EPTV Campinas.

Confira Também

Foto: Arquivo Pessoal

Mogimiriano ensina futebol nos EUA

Letícia Guimarães   A tradicional paixão do brasileiro pelo futebol atravessou o continente americano e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *